Fundos de Índice - ETFs

Os fundos de índice, ou ETFs ( Exchange Traded Funds), são fundos de investimento constituídos com o objetivo de investir em uma carteira de ações que busca replicar a carteira e a rentabilidade de um determinado índice de referência (índice subjacente), como o ibovespa, ou qualquer índice de ações reconhecido pela CVM.

Assim, ao adquirir cotas de um ETF referenciado em um índice de ações, o investidor passa a deter indiretamente todas as ações componentes desse índice, e na mesma proporção que cada uma delas representa do índice, sem precisar comprar separadamente os papéis de cada empresa.

Quando a carteira do índice subjacente é rebalanceada, em função das recomposições periódicas, o administrador do ETF ajustará a composição da carteira do fundo, para refletir a nova composição.

Além disso, o administrador também ajusta a composição da carteira do ETF de maneira a refletir ajustes feitos na composição da carteira teórica do índice devido à distribuição de proventos.

Os ETFs, constituídos sob a forma de condomínio aberto e com cotas negociadas em bolsa de valores, vem ganhando popularidade entre os investidores, porque possui algumas vantagens, como:

Diversificação: O ETF, por ser composto por ações de diversas companhias, permitem alcançar um investimento diversificado no mercado de ações, sem a necessidade de comprar cada uma das ações separadamente.

Baixo custo: Os ETFs possuem uma baixa taxa de administração, e permitem que os investidor acesse o mercado de ações, de forma diversificada, sem incorrer em altas despesas operacionais, com baixo investimento inicial, e sem a responsabilidade de realizar ajustes na carteira para reproduzir individualmente a performance do índice subjacente.

Rapidez e eficiência: Os ETFs podem ser comprados e vendidos da mesma forma que qualquer ação listada para negociação em bolsa. Ao adquirir cotas de um ETF, o investidor estará investindo indiretamente em várias das principias companhias abertas do Brasil, mas negociando um único ativo, e sem a necessidade de rebalancear as ações, para replicar o índice desejado, trabalho que é feito pelo administrador.

Conheça os ETFs atualmente listados em bolsa.