Informações para o investidor

Os investidores que negociam nos mercados organizados de bolsa e balcão organizado e mantêm seus ativos em custódia têm o direito de receber uma série de informações sobre as negociações realizadas, a ocorrência de eventos e/ou a posição dos seus investimentos. As corretoras ou distribuidoras, como intermediárias das operações, e os agentes e prestadores de serviços de custódia são os principais responsáveis pelo envio e disponibilização das informações aos investidores.

Nas negociações de compra e venda, as corretoras enviam e disponibilizam ao investidor a nota de corretagem. Nesse documento, os investidores têm todas as informações a respeito da operação, por mercado, como a data da operação, o código e a descrição do ativo, a quantidade e o preço negociado, as demais taxas que incidiram sobre a operação e o mercado no qual foi negociado. Nas corretoras, os investidores têm acesso também ao extrato de movimentação da sua conta financeira.

Além disso, como os agentes de custódia são autorizados a negociar os ativos custodiados em nome de seus clientes, as prestadoras de serviços de custódia enviam diretamente ao investidor, sempre que uma negociação é realizada, informação sobre a movimentação, para ciência do investidor. A Central Depositária da BMFBovespa, por exemplo, envia o aviso de negociação de ativos – ANA, sempre que uma conta de custódia é movimentada por compra ou venda.

A Central Depositária disponibiliza também ao investidor o extrato da conta de custódia, semelhante a um extrato bancário, no qual há a relação completa da posição dos investimentos em custódia do investidor, com quantidade e preço de mercado, além da relação dos proventos distribuídos no período, caso existam.

Na hipótese de o investidor ter alugado algum de seus ativos, o extrato do Banco de Títulos – BTC também é disponibilizado com as posições em aberto, como também o aviso de movimentação. Ainda, caso houver, o investidor tem acesso às garantias oferecidas em operações específicas.

A BMFBovespa oferece aos investidores o serviço do Canal Eletrônico do Investidor – CEI, pela internet, através do qual eles têm acesso a todas as informações disponibilizadas pela Central Depositária citadas acima, entre outras. Quando o agente de custódia cadastra o cliente na BMFBovespa, a senha de acesso ao sistema é gerada automaticamente e enviada ao investidor. O investidor acessa o CEI diretamente pelo site da BMFbovespa, onde deve selecionar o agente de custódia, inserir o CPF e a senha.

A leitura atenta de todas as informações é de fundamental importância para o acompanhamento e conferência das operações e dos saldos dos investimentos. Caso não consiga acesso a quaisquer das informações ou visualize qualquer movimentação que não tenha sido autorizada ou saldo inexato das posições, o investidor deve contatar imediatamente o seu agente de custódia. Caso não consiga solução, entre em contato com o serviço de atendimento ao cidadão da Comissão de Valores Mobiliários.